CONHEÇA SUA TIREOIDE

Localizada na base do pescoço, é uma pequena glândula que exerce muitas funções. Ela produz os hormônios triiodotironina (T3) e tiroxina (T4), que regulam o metabolismo, interferem na fertilidade, ciclo menstrual e no desenvolvimento do feto. Também são fundamentais para a absorção do mineral cálcio, indispensável aos ossos. Seus problemas mais comuns são o surgimento de nódulos, hipertireoidismo, hipoteireoidismo e alterações no funcionamento durante e depois da gestação. Há anos eu me dedico ao estudo de cada um desses problemas e os tratamentos mais eficientes.

AS PRINCIPAIS ALTERAÇÕES DA TIREOIDE

As estimativas mais recentes indicam que cerca de 25% da população adulta manifestam alguma alteração no funcionamento da glândula tireoide. Conheça as mais frequentes e os principais sinais e sintomas.

NÓDULOS

São muito comuns! Em geral, são detectados durante exames médicos de rotina, como o ultrassom. A maioria é benigna. Todo nódulo deve ser monitorado com exames de ultrassom para avaliar sua evolução. O teste conclusivo é a biópsia aspirativa, feita com uma agulha fina guiada por ultra-sonografia. Cerca de oito em dez casos podem ser diagnosticados com as informações oferecidas por esse procedimento. São exames imprescindíveis para decidir o que fazer.
As suspeitas de malignidade surgem pela observação do aspecto de suas células, contornos, tamanho e presença de microcalcificações. Se houver risco de ser câncer, mais exames devem ser feitos.
Sinais e sintomas: Nódulos não costumam provocar sintomas, porém se forem maiores pode haver dificuldade para engolir. Quando são muitos nódulos, há chance de alterações respiratórias. Se começarem a produzir hormônios, levam ao hipertireoidismo (quando a tireoide trabalha em excesso).

TIREOIDITE

Inflamação crônica da tireoide também conhecida como Doença de Hashimoto. Pode aumentar ou diminuir o tamanho da glândula e provocar a diminuição da atividade tireoidiana, o chamado hipotireoidismo.
Sinais e sintomas: Grande falta de disposição, fraqueza, pele e cabelos ressecados, mau humor, prisão de ventre, retenção de líquido e queda de libido.

DOENÇAS DE GRAVES

Caracteriza-se pela atividade excessiva da glândula e pelo bócio (o papo resultante dos ataques feitos pelo próprio organismo à tireoide). Frequentemente, surge acompanhada de alterações na aparência dos olhos. Dependendo de sua intensidade, deixa-os mais protuberantes.
Sinais e sintomas: Dores, visão embaçada ou dupla, ressecamento ocular, olhos avermelhados ou protuberantes. Em casos que evoluem sem tratamento, pode haver úlceras de córnea e até cegueira.

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH