ACROMEGALIA

Síndrome causada pela produção dp hormônio do crescimento (GH) e do IGF-I (Insuline Growth Factor). Quando ocorre na vida adulta, manifesta-se pelo crescimento de partes moles e ossos, notadamente nas extremidades (mãos, pés, queixo, fronte). Se ocorrer na infância, a doença é chamada de gigantismo. Na maioria dos casos, a alteração está relacionada com a presença de tumores benignos na glândula hipófise.

SINAIS E SINTOMAS

Mudanças na aparência física, aumento da sudorese, espessamento da pele que se torna oleosa e propensa à acne e alterações respiratórias, cardiovasculares, gastrintestinais, metabólico-endócrinas, músculo-esqueléticas, neurológicas e oftálmicas.

DIAGNÓSTICO

É feito através de exames de imagem (ressonância magnética da glândula hipófise) para avaliar o seu grau de crescimento da glândula e se há acometimento de estruturas proóximas, como o nervo óptico. Dosa-se também os hormônios do crescimento (GH) e somatomedina. Em geral, o tratamento escolhido é cirúrgico, com o uso de drogas auxiliares e ou radioterapia.

DÉFICIT DO CRESCIMENTO

É detectado quando a altura da criança está abaixo do limite considerado normal para a população ou do que é estimado com base na altura dos pais. Pode ser causado por diversos fatores, como a desnutrição, doenças do trato gastrointestinal, males respiratórios, cardíacos, renais, hepáticos, doenças genéticas e endócrinas, hipotireoidismo. Outra possibilidade é um atraso no inicio do estirão o crescimento.

DIAGNÓSTICO

As causas devem ser diferenciadas, com avaliação do crescimento por 6 meses, idade óssea, e para diagnostico de deficiência de hormônio de crescimento realizados testes e se positivos, administra-se este hormônio.

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH