Tireoidite-pós-parto-2

Tireoidite pós-parto afeta 4 em cada 20 mulheres: o que é, sinais e mais

Tireoidite pós-parto é uma síndrome autoimune que gera disfunção da tireoide, em geral, até um ano após o parto. Pode se manifestar na forma clássica, com hipertireoidismo (tireoide acelerada) de um à três meses após o nascimento, seguido pelo hipotireoidismo (tireoide preguiçosa), mais comum dos seis meses em diante.

O quadro pode voltar ao normal após um ano ou evoluir para hipotireoidismo permanente.

hidratação-em-diferentes-distâncias-2

Hidratação em curtas e longas distâncias

Hidratação é assunto sério. Ela é essencial para o bom funcionamento do organismo e está diretamente ligada à performance. “Um corredor desidratado acaba tendo dificuldade na circulação sanguínea, que reflete na pressão arterial – diminuindo a resistência durante o exercício”, explica Giovanna Oliveira, nutricionista da Clínica Dra. Maria Fernanda Barca.

Além disso,

sc3adndrome-de-hashimoto

Síndrome de Hashimoto: o que é a doença que mexeu com Gigi Hadid

No meio das semanas de moda do Hemisfério Norte, onde está trabalhando sem parar, Gigi Hadid fez uma pausa para desabafar no Twitter sobre comentários que vinha lendo sobre seu corpo – a “acusavam” de estar magra demais – e revelar que sofre de síndrome de Hashimoto.

“Para vocês que estão tão determinados a falar sobre por que meu corpo mudou ao longo dos anos,

Depressao pos parto

Depressão pós-parto é mais comum do que se imagina! Controle hormonal é fundamental

Depressão pós-parto é um problema bastante recorrente mas nem sempre é fácil de ser diagnosticado. São tantas mudanças drásticas – no corpo e na rotina -, que muitas mulheres acreditam ser normal sentir desânimo, cansaço e por vezes até certo desespero.

Um recado especial para as mães que acreditam estar passando por este problema é: não se sintam envergonhadas em expressar essa angústia.

20170301_132558

Março é o mês da mulher

Março é o mês da mulher e está apenas começando.

A prevenção é uma das maneiras de detectar doenças de forma precoce. Que tal se organizar e procurar fazer um check-up? Vamos planejar?

Osteoporose em mulheres

A osteoporose é a perda da massa óssea que, geralmente, ocorre no processo de envelhecimento. Perda da força muscular, ossos mais frágeis, dor crônica e atrofias são os sintomas mais comuns. Vale lembrar que este problema atinge mais as mulheres do que os homens. Isto porque, quando a mulher envelhece, há a diminuição da produção de estrogênio,

Substâncias nocivas aos hormônios

O bisfenol A é uma substância utilizada na fabricação de policarbonato, um tipo de resina que compõe a maioria dos plásticos. O BPA também está presente em latas de alumínio que armazenam alimentos e bebidas.

A menopausa chegou?

A menopausa é tratada na endocrinologia com o objetivo de garantir mais qualidade nesta fase da vida da mulher. A perda natural da produção hormonal e da ovulação ocorre por volta dos 50 anos, mas existem casos precoces de menopausa. Entre os sintomas mais comuns estão: ondas de calor, diminuição da libido e ganho de peso.

A amamentação e os hormônios

Amamentar faz mais do que nutrir o bebê – também estreita os laços entre mãe e filho. Mas é uma fase de muitas alterações fisiológicas no corpo da mulher, devido à ação dos hormônios. 

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH