Erros mais comuns na hora de emagrecer

Muitas dietas prometem resultados milagrosos. Porém, todo o cuidado é pouco. Emagrecer com saúde deve ser o principal objetivo a partir de uma reeducação alimentar.

O médico endocrinologista acompanha o processo de emagrecimento ao avaliar possíveis deficiências hormonais no organismo e quais funções metabólicas estão prejudicadas. Além deste profissional é importante procurar um nutricionista. O objetivo é definir uma dieta balanceada com as necessidades reais do corpo para atingir o peso ideal.

Confira cinco erros ao emagrecer:

  • Não incluir o café da manhã: esta é a refeição mais importante do dia. Quanto mais o corpo fica em jejum, mais ele perde massa muscular e aumenta o nível de cortisol, substância que estimula o ganho de gordura. Se você quer mais disposição, não esqueça de começar a manhã com alimentos energéticos e nutritivos (frutas, derivados do leite, cereais integrais, chás e sucos naturais, entre outros).
  • Muitas restrições na dieta: passar fome é proibido em qualquer dieta. Lembre-se que o organismo necessita de nutrientes para funcionar bem. A redução brusca de calorias pode ser prejudicial e causar mudanças negativas ao metabolismo. Lembre-se: seu cardápio precisa de variedade e equilíbrio.
  • Não praticar exercícios físicos: não adianta fazer dieta e continuar com o sedentarismo. A falta de exercícios físicos pode contribuir para o famoso ‘efeito sanfona’ e aumentar o risco de doenças como, por exemplo, cardiovasculares. Além de emagrecer, praticar alguma atividade melhora a capacidade cardiorrespiratória, a resistência muscular e também libera endorfina, hormônio que proporciona bem-estar. Contudo, busque o acompanhamento de um profissional para avaliar sua saúde e orientar quais atividades serão melhores para você.
  • Tabagismo: muitas pessoas que fumam não largam o vício por medo de engordar. Mas, se colocarmos o cigarro em uma balança, os malefícios à saúde pesam mais. Abandonar o cigarro pode sim aumentar o peso nos primeiros meses, já que há a recuperação do paladar e olfato, favorecendo o aumento do consumo de alimentos. Parar de fumar pode ser uma tarefa difícil, porém trará mais qualidade de vida.
  • Não fazer acompanhamento médico: um erro cometido por muitos que preferem seguir dicas de outras pessoas que aderiram dietas. No início do texto foi dito a importância do endocrinologista e do nutricionista na perda dos quilos. Não hesite em buscar orientação médica!

Deixe um Comentario

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH